Celso Lisboa promove estímulo à inclusão social

notícias
 
Celso Lisboa promove estímulo à inclusão social

A vitória do decreto 5.626/2005 - que estabelece a inclusão da disciplina ?Língua Brasileira de Sinais (Libras)? como obrigatória em cursos de licenciaturas e fonoaudiologia em instituições públicas e privadas de ensino superior - demonstra o quanto à comunidade surda vem conquistando espaço na sociedade brasileira.

Em um mundo com constantes debates sobre a inclusão social, onde se encontraria a posição das pessoas com essa diversidade funcional? A regulamentação da Libras como disciplina obrigatória incita a formação de profissionais tradutores e intérpretes de língua de sinais (TILS) no uso e ensino da linguagem. ?O intuito é promover a disseminação da língua de sinais em toda a sociedade brasileira e uma maior inclusão social?, pontua Carlos Hilton, coordenador do curso de pós-graduação em tradução e interpretação em Libras do Centro Universitário Celso Lisboa.

Segundo o especialista, gradualmente a Libras se torna a segunda língua dessa nação para a construção efetiva de uma educação bilíngue, entretanto o campo ainda carece de profissionais qualificados. ?É importante que a sociedade entenda o surdo como um ser potencial e, para isso, devem-se formar profissionais compromissados em dar orientações para que a grade curricular crie oportunidades para esse indivíduo com diversidade funcional e o inclua na sociedade?, afirma Hilton.


Fonte: Prima Press
 
 



Voltar




 
Leblon | Rio de Janeiro | RJ | Tel 21 2219.4380