Especialista do Centro Universitário Celso Lisboa dá dicas para a resolução de problemas e conquistar metas

notícias
 
Especialista do Centro Universitário Celso Lisboa dá dicas para a resolução de problemas e conquistar metas

Lidar com incerteza, ambiguidade e adversidades de tipos e tamanhos variados, gerenciar múltiplos fatores de stress, manter o foco e o equilíbrio emocional, passam a ser essenciais e necessários para gerar soluções para os (muitos) problemas, resolver conflitos, desenvolver as pessoas e inovar. Mas como conseguir fazer tudo isso? É preciso desenvolver resiliência - conjunto de habilidades, características e atitudes que o indivíduo desenvolve para resistir, lidar e reagir de modo produtivo em situações adversas e de alta pressão. É a capacidade que torna as pessoas mais eficazes diante de problemas, crises e adversidades em geral.
Para a coach Cristina Goldschmidt, coordenadora dos cursos de pós-graduação (MBA) em gestão do Centro Universitário Celso Lisboa, a ausência dessa capacidade leva a decisões mal tomadas, constantes conflitos com parceiros de trabalho, irritações que interrompem a execução de tarefas, reações muito explosivas no ambiente organizacional, levando a demissões prematuras, entre outros comportamentos improdutivos, que em estágios mais avançados podem resultar em apatia, depressão, esgotamento físico ou psicológico.
Então, para começar, mantenha o equilíbrio entre as diversas áreas de sua vida. Não adianta ficar voltado só para o trabalho, pois a repetição gera stress. Faça exercícios, mantenha contato com os amigos (pessoas resilientes sabem usar sua rede de contatos) e sua família, busque atividades de lazer que tenham significado, que te energizem, cuide de seu amor, não desperdice seu dinheiro, nutra sua capacidade intelectual (pessoas resilientes adquirem conhecimento e aplicam-no) e, acima de tudo, não perca de vista aquele bom motivo pelo qual você levanta da cama todos os dias (que não é escovar os dentes!): o seu legado.

Para Cristina Goldschmidt, é necessário mudar o padrão de respostas ineficazes e partir para a solução de problemas. Veja o que fazer diante do problema:
1) Existe uma parte da situação que você pode mudar ou influenciar. Aceite que existe também o que você não controla e não pode mudar.
2) Buscar culpados não resolve nada. Pense no que você pode fazer para solucionar ou como pode influenciar terceiros ou outros meios para gerar soluções.Diante do erro, so existe aprendizado se quem errou tem condições de se responsabilizar pela solução. (pessoas resilientes se responsabilizam por agir para alcançar o que desejam)
3) Isole o problema das outras áreas de sua vida. Limite o alcance da adversidade.
4) Lembre-se que a duração das adversidades é limitada: pode demorar mas não vai durar para sempre.
5) Antes de reclamar sobre alguma coisa, pare e pense no que você gostaria que acontecesse: substitua reclamações por solicitações. Em vez de reclamar do trabalho que não saiu como você imaginava depois que ele ficou pronto, peça o que quer e como quer com detalhes suficientes para obter o resultado que o deixará satisfeito.
E Para motivar sua equipe, gerar maior produtividade e identificar fontes de inovação ou diferenciais:
1) Desloque o foco do problema para a solução: todos já sabem dos problemas que vivemos e sues impactos na empresa, o que poucos sabem é que são parte da solução. Então:
2) Identifique o positive core, o seu ou de sua equipe: o que fazemos bem/ quais são nossos pontos fortes;
3) Defina a meta estratégica: onde estaremos daqui a x tempo;
4) Construa planos de ação, para atuar em metas de resultado: o que precisamos melhorar para alcançar o que queremos, qual é a parte de cada um;
5) Ouça as sugestões de forma aberta: você não tem e nem é obrigado a ter todas as respostas.

Fonte: Cristina Goldschmidt, coordenadora dos cursos de pós-graduação (MBA) em gestão do Centro Universitário Celso Lisboa. Mestrado em Gestão Empresarial pela FGV; MBA em Gestão de Projetos pela FGV; Graduada em Direito pela UCAM ? Universidade Cândido Mendes; Graduada em Letras pela UERJ ? Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Membro do Conselho Empresarial de Educação da ACRJ ? Associação Comercial do Rio de Janeiro; Membro-fundador do Capítulo Rio da ICF-International Coach Federation.


Fonte: Prima Press
 
 



Voltar




 
Leblon | Rio de Janeiro | RJ | Tel 21 2219.4380