Plan Idiomas auxilia executivos na preparação de apresentações em outro idioma Em sua escola, Maurer prepara executivos para apresentações internacionais focando não só no idioma, mas também nas barreiras culturais. "É muito interessante como gestores em diferentes partes do mundo se comportam de maneira distinta diante de uma situação idêntica", explica. Empresas privadas e públicas, como a Previ, BNDES, Petrobras e Firjan utilizam os serviços do Plan para preparar seus executivos em apresentações internacionais.
Ele explica que 80% da preparação é focada no idioma do executivo, já que conseguir comunicar-se da melhor maneira possível é a chave para qualquer apresentação. No Plan Idiomas os professores-consultores sentam junto com o aluno e o ajudam a preparar o material treinando-o para fazer a apresentação em público. "São diversas técnicas de fala, respiração e impostação de voz que nós ensinamos além de uma revisão no vocabulário", explica.
Outro diferencial das aulas de técnicas de apresentações, é que a cultura do país ou a origem do gestor para o qual o executivo vai se apresentar compõe os outros 20% da reparação. Reunir competências adequadas para lidar com profissionais estrangeiros e estar apto a moldar o discurso para as mais diversas culturas é uma vantagem. "É importante saber que os gestores americanos têm um perfil mais pragmático e objetivo, já para os japoneses a senioridade é mais importante do que os méritos, e nos países da América Latina, relacionamento é primordial para garantir a confiança", explica. Segundo Faust Maurer, técnica somada à cultura é a receita para uma apresentação internacional de sucesso.
" /> Em sua escola, Maurer prepara executivos para apresentações internacionais focando não só no idioma, mas também nas barreiras culturais. "É muito interessante como gestores em diferentes partes do mundo se comportam de maneira distinta diante de uma situação idêntica", explica. Empresas privadas e públicas, como a Previ, BNDES, Petrobras e Firjan utilizam os serviços do Plan para preparar seus executivos em apresentações internacionais.
Ele explica que 80% da preparação é focada no idioma do executivo, já que conseguir comunicar-se da melhor maneira possível é a chave para qualquer apresentação. No Plan Idiomas os professores-consultores sentam junto com o aluno e o ajudam a preparar o material treinando-o para fazer a apresentação em público. "São diversas técnicas de fala, respiração e impostação de voz que nós ensinamos além de uma revisão no vocabulário", explica.
Outro diferencial das aulas de técnicas de apresentações, é que a cultura do país ou a origem do gestor para o qual o executivo vai se apresentar compõe os outros 20% da reparação. Reunir competências adequadas para lidar com profissionais estrangeiros e estar apto a moldar o discurso para as mais diversas culturas é uma vantagem. "É importante saber que os gestores americanos têm um perfil mais pragmático e objetivo, já para os japoneses a senioridade é mais importante do que os méritos, e nos países da América Latina, relacionamento é primordial para garantir a confiança", explica. Segundo Faust Maurer, técnica somada à cultura é a receita para uma apresentação internacional de sucesso.
"/>

notícias
 
Plan Idiomas auxilia executivos na preparação de apresentações em outro idioma

Em um mercado globalizado, onde a competência para comunicar-se em outros idiomas é cada vez mais demandada em contatos de negócios, reuniões, e apresentações, estar apto a falar em público num outro idioma é um diferencial competitivo. Ser escolhido como representante da empresa em uma reunião internacional é uma grande responsabilidade, e estar preparado para ultrapassar as barreiras impostas pelo idioma e cultura dá visibilidade ao profissional. "Para ter sucesso como executivo global, é preciso adaptar o estilo e o idioma aos padrões locais", afirma Faust Maurer, sócio diretor do Plan Idiomas Direcionados.
Em sua escola, Maurer prepara executivos para apresentações internacionais focando não só no idioma, mas também nas barreiras culturais. "É muito interessante como gestores em diferentes partes do mundo se comportam de maneira distinta diante de uma situação idêntica", explica. Empresas privadas e públicas, como a Previ, BNDES, Petrobras e Firjan utilizam os serviços do Plan para preparar seus executivos em apresentações internacionais.
Ele explica que 80% da preparação é focada no idioma do executivo, já que conseguir comunicar-se da melhor maneira possível é a chave para qualquer apresentação. No Plan Idiomas os professores-consultores sentam junto com o aluno e o ajudam a preparar o material treinando-o para fazer a apresentação em público. "São diversas técnicas de fala, respiração e impostação de voz que nós ensinamos além de uma revisão no vocabulário", explica.
Outro diferencial das aulas de técnicas de apresentações, é que a cultura do país ou a origem do gestor para o qual o executivo vai se apresentar compõe os outros 20% da reparação. Reunir competências adequadas para lidar com profissionais estrangeiros e estar apto a moldar o discurso para as mais diversas culturas é uma vantagem. "É importante saber que os gestores americanos têm um perfil mais pragmático e objetivo, já para os japoneses a senioridade é mais importante do que os méritos, e nos países da América Latina, relacionamento é primordial para garantir a confiança", explica. Segundo Faust Maurer, técnica somada à cultura é a receita para uma apresentação internacional de sucesso.


Fonte: Prima Press
 
 



Voltar




 
Leblon | Rio de Janeiro | RJ | Tel 21 2219.4380